símbolo da reciclagem formado por árvores. Conceito de sustentabilidade

Os 3 Rs da sustentabilidade estão ganhando cada vez mais espaço no dia a dia! O conceito aborda práticas sustentáveis e formas de melhorar e aplicar a sustentabilidade em diferentes esferas.

Mas será que é possível adotar isso em nossas tarefas domésticas? Para responder essa pergunta e esclarecer o que significa o conceito, o Cada Casa Um Caso conversou com especialistas sobre o tema. Confira a seguir.

3 Rs da sustentabilidade: o que são, afinal?

Os 3 Rs da sustentabilidade são: reduzir, reutilizar e reciclar. Apesar do assunto estar em alta, a criação desse conceito se deu décadas atrás e visa, principalmente, diminuir os efeitos causados na Terra pela ação dos seres humanos.

“A política dos 3 Rs foi criada na Conferência Nacional da Terra, em 1992. Foi um grande movimento para que se começasse a falar dessa temática. Esse tema está em alta novamente por conta da sobrecarga da Terra e das mudanças climáticas que atingem o mundo como um todo”, aponta Marcus Nakagawa, professor da ESPM e especialista em sustentabilidade.

Para ele, a ideia de reduzir nosso consumo deve estar sempre em primeiro lugar e é a chave para uma vida mais sustentável.

Qual a importância desse conceito?

Seguir esse conceito é pensar no bem-estar de todos. Toda vez que usamos mais produtos do que o necessário, ou compramos itens que não serão realmente utilizados, estamos contribuindo para que resíduos, como o plástico, fiquem em nosso ambiente.

Além disso, existe a pegada de carbono [que é o impacto gerado pela produção e transporte] que é intrínseca à produção de todos os itens.

E pensar nos 3 Rs da sustentabilidade está longe de ser um bicho de sete cabeças. Significa tomar atitudes sustentáveis, e isso vem de hábitos simples, como reutilizar garrafas de água e outros itens de plástico.

“Pense que, se você reutilizar uma garrafa de água por meses, irá deixar de usar até mais de 100 novas garrafas nesse período. Se simplesmente reaproveitarmos garrafas de água e outros itens, teremos um nível de importância no impacto ambiental que é muito importante”, orienta Valter Ziantoni, engenheiro florestal pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e mestre em Agrofloresta pela Bangor University (Inglaterra).

Vamos detalhar mais esse ponto a seguir.

Como adotar a sustentabilidade em casa?

Confira as dicas deixadas pelos especialistas ouvidos pelo Cada Casa Um Caso sobre como aplicar o conceito dos 3 Rs da sustentabilidade na prática:

Reduzir

Reduzir o consumo é um ato necessário, e repensar os hábitos é sempre o primeiro passo. Da próxima vez que fizer a lista do mercado, pense se é possível remover alguns itens.

Além disso, entenda o que faz parte da sua lista e busque produtos com refil ou embalagens que tenham sido feitas com menos plástico. “Quando não é possível comprar itens sem plástico, o ideal é recorrer às embalagens feitas de plástico biodegradável”, lembra Ziantoni.

Já Nakagawa, aponta que algumas boas práticas podem ser adotadas e vão desde optar por produtos concentrados – que consequentemente utilizam menos plástico na embalagem – até comprar embalagens maiores. “Assim se usa menos plástico em vez de adquirir diversas embalagens pequenas”, explica.

O especialista também aponta como boa solução o uso de produtos de limpeza em cápsula e a adoção de esponjas naturais em vez das sintéticas, um bom exemplo de produto biodegradável.

A redução do consumo energético e do consumo de água também foi um ponto importante levantado pelos especialistas para adotar na sustentabilidade em casa. Nesse sentido, a principal indicação foi a instalação de placas solares e a captação de água da chuva para reuso.

Reutilizar

Depois de repensar e reduzir o consumo, é hora do segundo dos 3 Rs da sustentabilidade, ou seja, reutilizar itens no dia a dia. Para isso, os especialistas indicam práticas simples, como usar caixas de sapato para guardar papéis, contas e recibos, e outros apetrechos da casa.

Quando o assunto é plástico, esse cuidado deve ser ainda redobrado! Garrafas, potes e outros itens feitos com o material podem ser reutilizados para o armazenamento de comida e até mesmo para complementar ou se criar vasos na horta doméstica.

Atenção: embalagens de produtos de limpeza não devem ser reutilizadas para armazenar água para consumo ou alimentos.

Reciclagem

Material reciclável
(iStock)

Por fim, a reciclagem se dá como a última etapa desse processo. Nakagawa sugere que, para a reciclagem em casa dar certo, é preciso criar um acordo em que todos os membros da família estejam comprometidos.

“A educação ambiental em casa é a base de tudo. É preciso tratar esses assuntos para melhorar cada vez mais a sustentabilidade e adotarmos práticas de reciclagem consistentes”, comenta o professor.

Além disso, os especialistas apontam que a separação correta do lixo é um ponto crucial para que itens possam ser realmente reciclados. Nakagawa explica que nunca se deve misturar lixo orgânico com plástico, vidros e outros materiais que podem ser reciclados.

Já Ziantoni lembra que a adoção de uma composteira doméstica é essencial para reduzir o volume de lixo orgânico gerado e é uma das únicas formas de reciclar esse material. O sistema pode ser criado facilmente em casa ou comprado pronto em lojas especializadas.

Pronto! Agora você já sabe o que são e como aplicar os 3 Rs da sustentabilidade e todas as dicas para levar uma vida mais sustentável, cuidando melhor do seu futuro e do planeta!

O Cada Casa Um Caso te ajuda nas tarefas e dilemas que todos os lares têm! Continue por aqui e acompanhe mais conteúdos como este!

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Receba nossas novidades

Assine nossa newsletter e receba dicas exclusivas de cuidados e truques dos especialistas Cada Casa Um Caso.