casa bagunçada é sintoma de depressão

Um dos grandes desafios dos tempos atuais é manter a saúde mental em dia. E, você sabia que a organização da sua casa tem ligação direta com isso? Pois, pode acreditar! 

Inclusive, é possível interpretar o lar bagunçado, com roupas espalhadas e lixo se acumulando, como um reflexo de como está o espírito mental de alguém com ansiedade ou depressão: confuso e fora de ordem. 

E há pesquisas científicas que comprovam essa ideia. Um estudo publicado em 2016, no periódico Journal of Environmental Psychology, comprovou que viver em uma casa constantemente bagunçada pode ser a sinalização de sérios transtornos mentais.

Conversamos com a psicóloga Waldirene Andrade para explicar os benefícios de organizar a saúde mental e a sua casa. Acompanhe, neste artigo, o que ela disse e as suas dicas para ajudar neste processo.

Como organizar a saúde mental?

Vamos começar pelo mais desafiador. A psicóloga explica que, para conquistar uma mente mais saudável, é imprescindível, em primeira instância, cuidar dos próprios sentimentos e pensamentos. 

Isso quer dizer dar real atenção a eles, esforçando-se para dar a cada experiência o tamanho e lugar que tem. Segundo Waldirene, a palavra de ordem deve ser “buscar equilíbrio entre o dever, o lazer, o cuidado com a saúde física, mental e espiritual”. 

Para isso, alguns hábitos são fundamentais, como:

  • estar em contato com a natureza;
  • nutrir relações interpessoais sadias;
  • estar aberto a experiências novas e enriquecedoras;
  • valorizar o simples, o momento, o presente.

Quais os benefícios de uma casa organizada para a saúde mental?

Para quem está se perguntando de que forma uma boa faxina e manter cada item da casa em seu devido lugar podem garantir saúde mental e emocional, a especialista destaca que a relação casa-indivíduo é extremamente importante. 

“O ser humano não existe sem o seu habitat que, devido ao processo evolutivo e constitucional do sujeito, é uma representação da sua vida interna e do seu próprio modo de funcionamento”, explica.

Mas, como tudo na vida, o que é demais pode ser prejudicial. E isso também vale para um excesso de organização ou demasiada preocupação com limpeza. “Quando falamos em equilíbrio, tem a ver com a capacidade de flexibilizar, de aceitar, ora ou outra, coisas temporariamente fora do lugar, desarmônicas, para, posteriormente, retomar a harmonia”. 

A especialista reforça que ficar com a mente tranquila inclui “tolerar, permitir as imperfeições que nos caracterizam como humanos, aceitar e lidar com erros e falhas do ambiente e do compartilhamento deste com o outro”.

Depressão e desorganização da casa: qual a relação?

Uma pessoa deprimida, normalmente, está vivenciando um auto centramento, inundada pelos sentimentos internos, tristeza profunda, autorrecriminação, ruminação de pensamentos, sensação de menos valia e desesperança. 

“Ao longo dos anos de experiência no consultório, ouvi relatos dessa vivência como uma dificuldade em enxergar as cores, o brilho das coisas, objetos e pessoas, percebendo o seu redor como algo amorfo”, relembra. 

 louça suja e ansiedade
(Envato Elements)

A perda do cuidado com a organização da casa é observada como um sintoma da depressão. “O que acontece com esses pacientes é que eles estão tão absorvidos nessa escuridão, que têm dificuldade em vislumbrar e interagir verdadeiramente com o ambiente externo. O sujeito deixa de se interessar pelo que o rodeia”.

Como melhorar a organização da casa?

Confira uma lista de tarefas para você adotar na limpeza e organização diária da sua casa e, assim, preservar também o seu bem-estar e qualidade de vida: 

  • deixe a casa arejada;
  • varra a casa, no máximo, a cada dois dias;
  • guarde suas coisas, após o uso;
  • não deixe a louça acumular na pia;
  • guarde as refeições na geladeira;
  • não deixe brinquedos espalhados;
  • se tiver animal, não deixe acumular xixi e cocô;
  • descarte papeis e documentos que não são importantes;
  • use caixas organizadoras e etiquetas;
  • arrume a cama todos os dias;
  • mantenha o guarda-roupa organizado;
  • não deixe sapatos espalhados;
  • mantenha a mesa onde trabalha organizada;
  • separe o lixo reciclável;
  • lave regularmente roupas de cama e de banho;
  • lave o banheiro todas as semanas.

Para te ajudar na organização inicial da sua casa, uma boa ideia é recorrer a um personal organizer

Já na hora da faxina completa, recomendamos investir no produto Veja Limpeza Profunda, que promove a remoção de sujeiras mais difíceis de pisos, cozinhas, azulejos, banheiros, paredes e todas as superfícies laváveis de sua casa.  

Gostou desse artigo? Acompanhe o nosso site e confira outras dicas para manter a sua casa sempre limpa e organizada!

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Receba nossas novidades

Assine nossa newsletter e receba dicas exclusivas de cuidados e truques dos especialistas Cada Casa Um Caso.