amaciante

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o uso do amaciante de roupa no dia a dia da lavanderia, embora ele já faça parte da rotina de muitos há um bom tempo.

Enquanto alguns dizem que o produto causa desbotamento da cor original e enrijecimento das fibras dos tecidos, outros defendem que o produto é ideal para manter a maciez e o perfume das peças após a lavagem. 

Mas, afinal, o amaciante de roupa é vilão ou mocinho? Para que você saiba tudo sobre o assunto, conversamos com a Rita de Cássia Siqueira Curto Valle, professora e doutora em engenharia têxtil na Universidade Federal de Santa Catarina.

A profissional esclarece mitos e verdades sobre o produto e ainda dá dicas para possíveis substituições. Vem ler!

Amaciante de roupa: entendendo sua composição

Antes de mais nada, é importante definir “amaciamento” e, para isso, contamos com a ajuda de Rita.

A especialista explica que o amaciamento é definido, no que se refere a roupas, como o processo de modificação do manuseio ou da sensação dos têxteis, proporcionando mais conforto e/ou desempenho sob condições definidas de uso. 

É um fenômeno associado à modificação das propriedades superficiais dos têxteis em termos de manuseio, volume, maciez e caimento. 

O processo de amaciamento doméstico também está ligado à melhoria de desempenho na passadoria. E é para esse processo que existem os amaciantes.

Os amaciantes disponíveis no mercado têm diferentes composições, mas, de forma geral, são compostos por uma variedade de amaciadores químicos – que são classificados com base na sua natureza química em quatro tipos diferentes:

  • catiônicos;
  • aniônicos;
  • não iônicos;
  • de silicone. 

Muitos desses compostos possuem natureza hidrofílica (que têm afinidade com a água) e características graxas (provenientes de óleos e gorduras), e isso faz com que possa ocorrer deposição irregular na superfície dos tecidos.

Em termos de manchas, o que ocorre normalmente é um acúmulo de amaciantes ao longo do tempo de uso, ou mesmo um desprendimento do acúmulo de sujidades que ficam na máquina de lavar – que se soltam e se redepositam nos tecidos.

 amaciante
(Envato Elements)

De forma geral, o amaciante de roupas comercial tem uma concentração adequada para o uso doméstico, com o cuidado de formulações que sejam adequadas às propostas de uso (contidas no rótulo). 

Entretanto, é sabido que existem pessoas que utilizam os produtos sem seguir as instruções do rótulo, excedendo a quantidade indicada pelo fabricante. 

E é esse mau uso que pode prejudicar a performance do produto nos têxteis, principalmente naqueles que têm alguma função relacionada com hidrofilidade, como toalhas de corpo e rosto, por exemplo.

Resíduos de amaciantes também podem favorecer o aparecimento de odor desagradável, em caso da concentração excessiva no tecido ou pela permanência da peça guardada por um longo período de tempo.

Mitos e verdades sobre amaciante de roupa

Para que você entenda as funções do amaciante de roupas e faça o melhor uso do produto no processo de lavagem, veja abaixo alguns mitos e verdades sobre o tema!

Pode usar amaciante na lavagem das roupas?

VERDADE: o amaciante pode ser usado, desde que na concentração adequada indicada pelo fornecedor; por isso, sempre leia as instruções na embalagem. 

Cabe ressaltar que o amaciante de roupa não é um agente feito para perfumar, apesar de ter opções com aromas bem agradáveis. Sua função é dar maciez às fibras, ou seja, amaciar!

O amaciante só traz desvantagens para as roupas?

MITO: ao incluir o produto na lavagem das roupas, há melhora no toque do tecido e no caimento das roupas no corpo, além de facilitar a tarefa de passar a peça e trazer mais conforto quando em contato com a pele.

“Conforme explicado, a desvantagem do uso de amaciante só ocorre quando este uso é excessivo, o que interfere no desempenho da lavagem e altera o toque das fibras”, lembra Rita. 

Alguns tecidos podem reagir mal à ação do amaciante?

VERDADE! “Tecidos utilizados para enxugar, como toalhas e panos de prato, podem ser afetados devido aos acúmulos mencionados. O excesso de amaciante também pode afetar o toque original do tecido, dando a sensação de gordura”, explica a engenheira têxtil.

amaciante de roupa
(Envato Elements)

Vinagre pode substituir amaciante?

MITO: não existem outros produtos que podem ser utilizados e tenham o mesmo desempenho dos amaciantes na lavagem das roupas. Entretanto, de acordo com Rita de Cassia há muitas instruções sobre o uso de vinagre para conferir maciez.

“De forma geral, não há contraindicação para o uso do vinagre como amaciante nas concentrações indicadas das receitas caseiras. E a vantagem do vinagre é que ele não se acumula nos tecidos, sendo uma opção interessante para incluir na lavagem de toalhas, por exemplo”, orienta.

Segundo a especialista, “o vinagre é um ácido que pode atuar como agente de redução da microbiota presente nos tecidos. Por isso, pode ser indicado para eliminador de odores”.

Porém, vale lembrar que ao usar o vinagre em concentrações altas, corre-se o risco de afetar a coloração de algumas roupas (dependendo de como foram tingidas), uma vez que há corantes sensíveis ao meio ácido.

Resumidamente, o vinagre não é um substituto do amaciante de roupa, pois suas propriedades são distintas – mas ele pode ser um bom auxiliar em alguns casos específicos.

Amaciante pode ser usado na limpeza da casa?

MITO: a recomendação é que você use produtos específicos para limpar cada área da casa, seja pisos, azulejos, bancadas, móveis ou eletrodomésticos. 

“Entendo que existem formulações próprias para cada tipo de uso, e os amaciantes do mercado são produzidos com a finalidade de amaciamento de roupas”, ressalta a engenheira têxtil.

amaciante
(Envato Elements)

Para ela, até podem existir formulações que permitam o uso com outras finalidades, porém, isso vai além da proposta do fornecedor. Sendo assim, ao usar qualquer produto para uma função distinta do que é proposto pelo fabricante, a responsabilidade é do usuário e, portanto, deve-se ter cuidado. 

“O uso inadequado, além de não produzir o efeito desejado, pode também deteriorar o material onde for aplicado”, finaliza.

Tem crianças em casa? Descubra qual é o melhor amaciante para roupa de bebê para evitar alergias de pele nos pequenos e ainda manter a maciez das peças. Aprenda também como tirar mancha de amaciante da roupa em poucos passos. 

Agora que você já sabe tudo sobre o uso do amaciante de roupa, já entendeu que, além de comprar um produto de qualidade, também é essencial seguir o modo de uso do fabricante e, principalmente, respeitar a quantidade indicada para cada lavagem.

Cuide bem das roupas da sua família e até a próxima! 

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Receba nossas novidades

Assine nossa newsletter e receba dicas exclusivas de cuidados e truques dos especialistas Cada Casa Um Caso.