horta vertical na cozinha

As plantas dão um ar diferenciado para todos os ambientes. Por isso, a ideia de montar uma horta vertical na cozinha tem atraído cada vez mais pessoas. Mesmo com pouco espaço e orçamento é possível montar lindos projetos e ainda ter temperos frescos para usar em todas as refeições. 

Foi pensando nisso que o Cada Casa Um Caso conversou com um engenheiro florestal e preparou um tutorial completo sobre como montar e manter uma horta vertical na cozinha. Acompanhe as dicas do profissional e outras inspirações que separamos.

Benefícios de ter uma horta vertical na cozinha 

Se você sempre quis ter uma horta vertical em casa, saiba que as vantagens desse tipo de estrutura vão além do visual. Essa é uma forma de produzir os próprios alimentos e ainda encontrar um benefício psicológico no processo.

“Um dos principais benefícios de ter uma horta na cozinha é o sentimento de pertencimento. Desse modo, você tem uma gestão do próprio alimento e uma reconexão com a natureza”, acredita o engenheiro florestal Valter Ziantoni, mestre em Agrofloresta (Bangor University Inglaterra).

“Sinto que pode servir como uma terapia para combater a ansiedade e a depressão. Além disso, com essa hortinha terá um alimento orgânico de verdade no prato e sem nenhum insumo químico”, completa Ziantoni.

O engenheiro florestal também lembra que essa é uma forma de ter o ar da cozinha mais limpo, pois o processo natural das plantas faz com que elas troquem o gás carbônico pelo oxigênio. Além disso, elas podem trazer um clima mais fresco para o ambiente. 

“Terá uma cozinha com mais oxigênio, melhorando a qualidade do ar”, comenta o profissional.

Para completar, quando o assunto é o pensamento sustentável, a horta vertical na cozinha também é uma ótima alternativa. Por mais simples que seja, a estrutura ajuda a reduzir os impactos que se teria com a produção e o transporte de alimentos.

“Para um simples pé de alface chegar em casa é preciso caminhões, áreas refrigeradas, agricultores e comerciantes. Além disso, há a geração de plástico, isopor e outros resíduos sólidos”, alerta Ziantoni.

As vantagens de uma horta em casa não param por aí. “O benefício também é a economia! Jogue na ponta do lápis o valor de um tomate, de uma cenourinha e de outros temperos. Verá que o ganho é psicológico, sustentável, no prato e no bolso”, completa.

O que você vai precisar para montar a sua horta vertical na cozinha?

Agora que você já sabe os benefícios de ter uma horta na cozinha do apartamento ou de casa, vamos para a prática?  Veja o que pode ser útil para você montar sua horta vertical: 

  • bandejas de ovos de plástico lavadas;
  • garrafas pets cortadas no meio na vertical ou ao meio na horizontal;
  • galões de água cortadas ao meio na horizontal;
  • prateleiras pré-montadas para horta vertical;
  • conjunto de vasos próprio para horta vertical;
  • ganchos;
  • mangueira pequena.
pessoa cuidando de horta com ervas
(iStock)

Passo a passo para montar a sua horta

Para ter a sua horta vertical você pode seguir dois caminhos. O primeiro é optar por estruturas pré-montadas. Desse modo, basta acoplar os vasos e escolher pelos vegetais corretos. Depois, basta seguir os cuidados do dia a dia com as plantinhas. 

Já a segunda opção é aproveitar os materiais que você tem em casa para criar a sua horta vertical na cozinha. Você pode usar garrafas pets, embalagens e outros itens. 

Ziantoni recomenda que o melhor é seguir pelo caminho que for mais fácil. Se tiver dificuldade na montagem dos itens, pode valer mais a pena comprar a estrutura pronta.

Mas se quiser se arriscar por aí, o especialista também dá dicas básicas. Com isso, vamos para o próximo item… 

Como fazer horta vertical na cozinha com itens recicláveis?

Para montar a sua própria estrutura para a horta vertical, separe alguns paletes e fixe-os na parede. Eles servirão como apoio para os vasinhos de temperos e outras plantas. 

Após isso, é o momento de separar embalagens, garrafas e galões que serão usados como vasos para suas mudas. Todos esses itens precisam ser muito bem-lavados, com água e detergente neutro.

Com essa etapa de higienização concluída, pode-se cortar as embalagens para diferentes modos de uso. 

“É possível usar garrafas pets com cortes verticais no meio ou apenas com o fundo delas. Galões de água também podem ser reaproveitados para fazer grandes vasos e que podem ser pendurados. Basta cortá-los ao meio”, indica o engenheiro florestal. 

“Além disso, latas de todos os tipos também podem ser utilizadas como vasos”, continua Ziantoni. 

horta vertical na cozinha
(iStock)

Para ajudar, preparamos um infográfico com o passo a passo de como montar a horta vertical em casa: 

Como montar uma horta vertical na cozinha
(Arte/Cada Casa Um Caso)

Quais plantas colocar em uma horta vertical?

Segundo o especialista,  diversos tipos de hortaliças e outros vegetais podem ser cultivados em uma horta vertical na cozinha. Para decidir, vale considerar quais ingredientes são mais usados no dia a dia da sua casa. 

De maneira geral, temperos são bem-vindos, pois bastam algumas folhinhas para levar um sabor todo especial para as refeições. Além disso, pequenas porções já são o suficiente para o preparo de refeições de semanas ou meses. 

Confira algumas ideias dos vegetais mais comumente plantados em uma horta vertical na cozinha:

  • tomates;
  • alfaces;
  • repolhos;
  • cenoura;
  • cebolas;
  • alecrim;
  • pimentas;
  • hortelã;
  • manjericão;
  • orégano;
  • cebolinha;
  • coentro.
horta vertical na cozinha
(iStock)

Cuidados essenciais para horta vertical na cozinha

De acordo com Ziantoni, o principal cuidado começa com a escolha do local de instalação, pois esse tipo de horta precisa de luz do sol ou adaptação para iluminação artificial. Isso é essencial para que os vegetais façam a fotossíntese e se desenvolvam. 

“É importante que exista iluminação. Podem ser instalados alguns soquetes com lâmpadas de luzes amarelas logo acima da estrutura. Ou, uma solução bem mais prática é colocar as plantas em frente à janela”, explica o engenheiro florestal.

O profissional também alerta que é preciso ficar atento à rega dos vegetais, pois errar nessa tarefa pode pôr fim à ideia de ter uma horta em casa. 

No entanto, para solucionar o problema, Ziantoni explica que basta manter a quantidade esporádica de rega com um regador. Lembre-se que cada espécie necessita de uma frequência de rega. Para tirar dúvidas, reveja nosso especial sobre por onde começar a horta em casa, que ensina esses e outros detalhes. 

O profissional também explica que é possível recorrer a um método mais ‘engenhoso’ com o uso de irrigação por mangueira e que pode poupar tempo:

“É possível fazer um sistema de irrigação em todos os vasos. Basta passar uma pequena mangueira por todos os recipientes, fazer pequenos furinhos na parte enterrada e deixá-la ligada à torneira. Assim, toda vez que se abrir a torneira levemente, a água irá gotejar lentamente por todos os vasos”, explica o engenheiro florestal.

Cuidados no dia a dia com a horta

Ufa! Agora, você já conhece os principais passos para montar uma horta vertical na cozinha. No entanto, mesmo depois de montada, é preciso tomar alguns cuidados essenciais no dia a dia. 

Para ajudar, Ziantoni deixou uma listinha que você deve manter sempre com você! Veja a seguir:

  • lembre-se sempre de fazer a rega no tempo correto;
  • evite o excesso de água e nunca derrame água para fora dos vasos no momento da rega;
  • forneça luz natural ou artificial;
  • adube os vasos sempre. É possível usar casca de ovos, restos de saladas ou mesmo os adubos comerciais;
  • nunca coloque algo químico nas plantas ou reutilize vasilhas de produtos químicos que não estejam bem-lavadas.

Gostou das dicas de como montar e manter a horta vertical na cozinha? Continue por aqui e acompanhe mais dicas e tutoriais como este! O Cada Casa Um Caso ajuda a descomplicar a limpeza e as tarefas da sua casa.

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.

Receba nossas novidades

Assine nossa newsletter e receba dicas exclusivas de cuidados e truques dos especialistas Cada Casa Um Caso.